Será que Deus existe?

Terremotos, furacões, tsunamis, fome, acidentes automobilísticos e desastres aéreos são alguns dos vários acontecimentos que vemos freqüentemente nos noticiários e telejornais. E ao verem estas coisas muitos se perguntam: “Onde está Deus, ele não é bom, por que acontecem estas coisas então?” Em primeiro lugar, Deus é bom sim, mas do jeito dEle. Tudo começa quando, na Sua infinita bondade, Ele resolve dar ao Homem o livre-arbítrio, mas como existir um livre-arbítrio se tudo que fosse feito denunciaria que foi criado por Deus? Como poderia alguém que não quisesse acreditar em Deus defender sua escolha? Então o Todo-Poderoso criou a natureza e a fé. Com a natureza veio o destino e com a fé , a religião. Na natureza tudo é imutavelmente determinado pela Química e a Física*e com os seres vivos acrescenta-se também a Biologia, que é praticamente imutável, pois às vezes pode sofrer pequenas alterações com resultados na maioria das vezes danosos (doenças) e positivos (evolução). A seqüência da ação destas forças imutáveis cria o destino do mundo e dos seres: dias e noites, inverno e verão, nascimento, crescimento, morte, instinto, características genéticas entre outras. Esse destino físico cria o destino psicológico (personalidade), pois o Homem é um produto do meio onde vive. É aí que entra a bondade de Deus: a fé, que muitas vezes é erroneamente confundida com religião, pode intervir nos destinos físico e psicológico criando um terceiro destino que é o destino da fé, onde através da providência divina acontecem curas de doenças hereditárias e/ ou incuráveis, mudanças de personalidade, crescimento financeiro-material, soluções afetivas, etc. Isso confirma a benignidade de Deus, pois ninguém é obrigado a acreditar nEle, mas aos que acreditarem podem fazer para si um outro destino, conforme quiserem. Talvez alguns se perguntem: mas por que pessoas que acreditam em Deus e crianças, que são sem pecados, às vezes são vítimas de tragédias?
Deus, por toda a bíblia demonstra Sua personalidade. Santo, Deus de amor, de abundância, de paz, mas também ele é Deus de Justiça. E essa justiça não é uma justiça qualquer: para quem criou o inferno para castigar por toda a eternidade a quem não faz sua vontade, tragédias são apenas meros acontecimentos, por isso que elas fazem parte da realidade do ser humano desde sempre, como um castigo pela falta de fidelidade.

EXISTE A CURA ESPIRITUAL?

Muitos se perguntam quando são acometidos de uma enfermidade: “como eu vou ficar curado dessa doença se ela não tem cura?” ou ainda: “ como Deus vai me curar agora se do jeito que as coisas são isso é impossível?”. Existe uma causa para isso?
Normalmente a maioria das doenças têm cura ou tratamento. Até para aquelas que não têm cura já se disse ter alguém sido curado delas. Alguns dizem que houve erro de diagnóstico, mas ainda existem aquelas com uma infinidade de exames comprobatórios e ficaram curadas. Dessas que disseram que ficaram sãs quase 100% dizem que foi “Deus” quem as curou, através da “fé”. Mas que fé que é esta? Quem é esse Deus? A fé em Hebreus 11 é definida assim: “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.” Esse fundamento é vago, porém vamos explorar outro caminho de se alcançar algo de Deus. Leiamos os seguintes versículos:
• “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.” (Mateus 24 : 35)
• “Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria?” (Números 23 : 19).
• “Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente.” (Hebreus 13 : 8).
Diante delas podemos concluir que podemos acreditar em Deus, pelo menos é o que diz a Bíblia. Deus já curou alguém?
• “Jesus, sabendo isso, retirou-se dali, e acompanharam-no grandes multidões, e ele curou a todas.” (Mateus 12 : 15) e
• “E, Jesus, saindo, viu uma grande multidão, e possuído de íntima compaixão para com ela, curou os seus enfermos.” (Mateus 14 : 14)
Só que vemos hoje que nem todas as pessoas que pedem para Deus são curadas, cada um tem nessas situações a fé que entenderam, e ninguém sabe que tipo de fé resolve, apenas entendem que ou se tem fé ou não tem, e não sabem muitas vezes o que precisa se fazer para provar que tem fé (para receber algo), o que resulta hoje em alguns receberem bênçãos e outros não. A Bíblia fala em quantidade de fé:
• “Pois em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível” (Mt 17.20).
Acreditar que Deus existe e pode tudo todos acreditam, e lá no fundo, do tamanho de um grão de mostarda pelo menos, todos tem fé que Deus resolverá seus problemas. Por isso as pessoas vão a igreja ou fazem orações, pois se não tivessem pelo menos um pouco de fé, nem de casa sairiam para perder tempo indo à igreja ou ficariam como loucos falando sozinho se não acreditassem ao menos um pouco que Deus as estaria ouvindo. E se  TODOS têm pelo menos uma fé do tamanho de um grão de mostarda, e ela desse tamanho pode remover uma montanha, porque todos que  pedem a Deus não recebem a cura ou o que buscam? E o que fazer com a fé para ela funcionar?
• “Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma.
Mas dirá alguém: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me a tua fé sem as obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.
Crês tu que Deus é um só? Fazes bem; os demônios também o crêem, e estremecem.
Mas queres saber, ó homem vão, que a fé sem as obras é estéril?”(Tiago 2, 17-20).
Mas que obra fazer quando se pretende a cura? Na bíblia vemos várias atitudes de fé, pessoas que se banharam em rio para a cura, depois das ordem de homens de Deus, alguns questionaram na hora, mas foram e ficaram curados. Entretanto as mais notórias vemos nas passagens que Jesus, O Cristo SE ENCONTRAVA:
• “E Jesus, saindo, viu uma grande multidão, e teve compaixão deles, porque eram como ovelhas que não têm pastor; e começou a ensinar-lhes muitas coisas.”(Marcos 6;34)
• “E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim. E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais: Filho de Davi! tem misericórdia de mim. E Jesus, parando, disse que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama. E ele, lançando de si a sua capa, levantou-se, e foi ter com Jesus. E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista. E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus pelo caminho. “(Lucas 18-38).
• “E aproximou-se dele um leproso que, rogando-lhe, e pondo-se de joelhos diante dele, lhe dizia: Se queres, bem podes limpar-me. E Jesus, movido de grande compaixão, estendeu a mão, e tocou-o, e disse-lhe: Quero, sê limpo. E, tendo ele dito isto, logo a lepra desapareceu, e ficou limpo. (Mateus 1-42)”.
E como nós ficamos hoje, se Jesus voltou ao céu há 2000 anos atrás? Se a Bíblia diz que ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente, como ele vai ser a mesma coisa aqui no mundo se Ele não está mais aqui? Ele ficou mentiroso?
• “E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.
Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.
Se me amais, guardai os meus mandamentos.
E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre;
O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.
Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós.
Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais, mas vós me vereis; porque eu vivo, e vós vivereis.
Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós.
Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.
Disse-lhe Judas (não o Iscariotes): Senhor, de onde vem que te hás de manifestar a nós, e não ao mundo?
Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.
Quem não me ama não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou.
Tenho-vos dito isto, estando convosco.
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.”João 14,13-26)

Por que muitas pessoas que guardam (obedecem) a palavra de Deus não viraram “morada” dEle e não viram Ele se manifestar, principalmente naquilo que pediram? Não tem porquê, por dentro da palavra de Deus pelo menos. Tem que se reivindicar o cumprimento da Promessa de Deus. Mas existe outra forma que Jesus possa se manifestar?
• “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” (Mateus 18 : 20).
Nos lugares onde Jesus estava, sempre haviam curas e milagres:

• “E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim. E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais: Filho de Davi! tem misericórdia de mim. E Jesus, parando, disse que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama. E ele, lançando de si a sua capa, levantou-se, e foi ter com Jesus. E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista. E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus pelo caminho. “(Lucas 18-38).
• “E aproximou-se dele um leproso que, rogando-lhe, e pondo-se de joelhos diante dele, lhe dizia: Se queres, bem podes limpar-me. E Jesus, movido de grande compaixão, estendeu a mão, e tocou-o, e disse-lhe: Quero, sê limpo. E, tendo ele dito isto, logo a lepra desapareceu, e ficou limpo. (Mateus 1-42)”
Jesus curava a quem o pedia mesmo quando conheciam a palavra de Deus, mesmo quando conheciam a Palavra de Deus, pois não conheciam o Jesus Verdadeiro, só ó distorcido das religiões humanas sem fundamento bíblico estrito:
• “E Jesus, saindo, viu uma grande multidão, e teve compaixão deles, porque eram como ovelhas que não têm pastor; e começou a ensinar-lhes muitas coisas.”(Marcos 6;34)
Jesus às vezes fazia um milagre quando as pessoas pediam, ou pela fé, eram curados apenas pela sombra de Cristo ou tocando-lhe:
• “E eis que certa mulher, que havia doze anos padecia de uma hemorragia, chegou por detrás dele e tocou-lhe a orla do manto;
porque dizia consigo: Se eu tão-somente tocar-lhe o manto, ficarei sã.
Mas Jesus, voltando-se e vendo-a, disse: Tem ânimo, filha, a tua fé te salvou. E desde aquela hora a mulher ficou sã.
Quando Jesus chegou à casa daquele chefe, e viu os tocadores de flauta e a multidão em alvoroço,
disse; Retirai-vos; porque a menina não está morta, mas dorme. E riam-se dele.
Tendo-se feito sair o povo, entrou Jesus, tomou a menina pela mão, e ela se levantou.
E espalhou-se a notícia disso por toda aquela terra.
Partindo Jesus dali, seguiram-no dois cegos, que clamavam, dizendo: Tem compaixão de nós, Filho de Davi.
E, tendo ele entrado em casa, os cegos se aproximaram dele; e Jesus perguntou-lhes: Credes que eu posso fazer isto? Responderam- lhe eles: Sim, Senhor.
Então lhes tocou os olhos, dizendo: Seja-vos feito segundo a vossa fé.
E os olhos se lhes abriram. Jesus ordenou-lhes terminantemente, dizendo: Vede que ninguém o saiba.
Eles, porém, saíram, e divulgaram a sua fama por toda aquela terra.
Enquanto esses se retiravam, eis que lhe trouxeram um homem mudo e endemoninhado.
E, expulso o demônio, falou o mudo e as multidões se admiraram, dizendo: Nunca tal se viu em Israel.(…)
E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino, e curando toda sorte de doenças e enfermidades.
Vendo ele as multidões, compadeceu-se delas, porque andavam desgarradas e errantes, como ovelhas que não têm pastor.
Então disse a seus discípulos: Na verdade, a seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. (Mateus 98,20-37).
Se onde Jesus estava haviam curas antes, por que não faria hoje nas Igrejas, se:

  • “Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente.” (Hebreus 13 : 8)?;
  • “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” (Mateus 18 : 20)?.
  • Se os que estavam onde Jesus estava e pediam, se conseguissem que Ele escutasse mesmo em meio ao barulho das multidões que O seguiam, eram todos curados?
  • Se Ele prometeu ouvir a todos que lhe pedem  e prometeu responder a todos que pedirem – “Pedi e dar-se-vos-á, buscais e achareis, batei e abrir-se-vos-á, porque TODO que pede recebe, o que busca encontra e o que bate abri-se-lhe-á (Mateus 7,7)?
  • E  quando pregava no mundo Jesus só não curava a todos que lhe pediam porque não podia escutar a todos pelas limitações naturais humanas, coisa que não é problema mais hoje nos lugares onde Cristo está (Nas Igrejas) e por causa das promessa extensivas a todos para depois que fosse para o céu (Mateus 7,7)?
  • Se Ele fazia milagres mesmo para pecadores e pessoas conhecedoras da Palavra de Deus ?

“E, entrando no barco, passou para o outro lado, e chegou à sua cidade. E eis que lhe trouxeram um paralítico, deitado numa cama.

E Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico: Filho, tem bom ânimo, perdoados te são os teus pecados.

E eis que alguns dos escribas diziam entre si: Ele blasfema.

Mas Jesus, conhecendo os seus pensamentos, disse: Por que pensais mal em vossos corações?

Pois, qual é mais fácil? dizer: Perdoados te são os teus pecados; ou dizer: Levanta-te e anda?

Ora, para que saibais que o Filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados (disse então ao paralítico): Levanta-te, toma a tua cama, e vai para tua casa.

E, levantando-se, foi para sua casa.

E a multidão, vendo isto, maravilhou-se, e glorificou a Deus, que dera tal poder aos homens.

E Jesus, passando adiante dali, viu assentado na recebedoria um homem, chamado Mateus, e disse-lhe: Segue-me. E ele, levantando-se, o seguiu. (Mateus 9,1-9)?

Como podemos ver, pela palavra de Deus, conforme os textos acima não existe nenhum entrave para Deus fazer um milagre. Se isso acontece, devemos usar nosso livre arbítrio e reivindicar a Deus o cumprimento dessas promessas, Ele não precisa mentir nem “passar a perna” em pobres- coitados como nós.

E precisa ser uma Igreja específica ou pessoa especial para Jesus fazer alguma coisa? Vemos o caso de Apolo, profeta – em uma sinagoga que não foi erguida por Apóstolos e não tinham manifestações dos dons do Espírito Santo como nas igrejas pentecostais dos apóstolos de Cristo – que mesmo não tendo conhecido Jesus e não andar com os apóstolos, pregava sobre Jesus, através do espírito Santo, da mesma forma que fazia aquele que expulsava demônios e foi repreendido pelos apóstolos:
• Ora, chegou a Éfeso certo judeu chamado Apolo, natural de Alexandria, homem eloqüente e poderoso nas Escrituras.
Era ele instruído no caminho do Senhor e, sendo fervoroso de espírito, falava e ensinava com precisão as coisas concernentes a Jesus, conhecendo entretanto somente o batismo de João.
Ele começou a falar ousadamente na sinagoga: mas quando Priscila e Áqüila o ouviram, levaram-no consigo e lhe expuseram com mais precisão o caminho de Deus.
Querendo ele passar à Acáia, os irmãos o animaram e escreveram aos discípulos que o recebessem; e tendo ele chegado, auxiliou muito aos que pela graça haviam crido.
Pois com grande poder refutava publicamente os judeus, demonstrando pelas escrituras que Jesus era o Cristo.(Atos 18,24-28)
Apolo fazia isso pelo Espírito Santo, aquele que Jesus disse que traria Jesus a nós mesmo Ele estando no céu, da mesma forma que pode ocorrer hoje e ocorre Graças a Deus a muitas pessoas hoje em curas e milagres, da mesma forma que também fazia aquele que foi repreendido por expulsar demônios, pois todos que o fazem ou podem fazer pelo Espírito Santo (Jesus):
• “Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras.
Ele me glorificará, porque receberá do que é meu, e vo-lo anunciará.
Tudo quanto o Pai tem é meu; por isso eu vos disse que ele, recebendo do que é meu, vo-lo anunciará. (João16, 13-15)”
• “E os espíritos imundos, quando o viam, prostravam-se diante dele e clamavam, dizendo: Tu és o Filho de Deus.
E ele lhes advertia com insistência que não o dessem a conhecer.”(Marcos 3,11-12)
Como vemos que para Jesus curar basta estar em lugar onde Ele pode se manifestar (Igreja por exemplo) e agir a fé (pedir em oração ou clamor por exemplo) pedindo PARA ELE, não precisa de nenhum super-homem mediador para tal:
• “Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. “(João 14:6);
“Chegaram então sua mãe e seus irmãos e, ficando da parte de fora, mandaram chamá-lo.
E a multidão estava sentada ao redor dele, e disseram-lhe: Eis que tua mãe e teus irmãos estão lá fora e te procuram.
Respondeu-lhes Jesus, dizendo: Quem é minha mãe e meus irmãos!
E olhando em redor para os que estavam sentados à roda de si, disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos!
Pois aquele que fizer a vontade de Deus, esse é meu irmão, irmã e mãe”. (Marcos 3,31-35).
• “E Deus pelas mãos de Paulo fazia milagres extraordinários,
de sorte que lenços e aventais eram levados do seu corpo aos enfermos, e as doenças os deixavam e saíam deles os espíritos malignos.
Ora, também alguns dos exorcistas judeus, ambulantes, tentavam invocar o nome de Jesus sobre os que tinham espíritos malignos, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus a quem Paulo prega.
E os que faziam isto eram sete filhos de Ceva, judeu, um dos principais sacerdotes.
respondendo, porém, o espírito maligno, disse: A Jesus conheço, e sei quem é Paulo; mas vós, quem sois?
Então o homem, no qual estava o espírito maligno, saltando sobre eles, apoderou-se de dois e prevaleceu contra eles, de modo que, nus e feridos, fugiram daquela casa.
E isto tornou-se conhecido de todos os que moravam em Éfeso, tanto judeus como gregos; e veio temor sobre todos eles, e o nome do Senhor Jesus era engrandecido.
E muitos dos que haviam crido vinham, confessando e revelando os seus feitos.
Muitos também dos que tinham praticado artes mágicas ajuntaram os seus livros e os queimaram na presença de todos; e, calculando o valor deles, acharam que montava a cinqüenta mil moedas de prata.
Assim a palavra do Senhor crescia poderosamente e prevalecia.”(Atos 19,11-20)
Por isso quando precisar de algo de Deus, principalmente cura, abra o coração sinceramente, como se Ele estivesse na sua frente (e está mesmo), pois se for da vontade de Deus, você receberá na hora a cura de todas as enfermidade que afligem aqueles por quem você foi buscar.
Até uma próxima oportunidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: